terça-feira, 10 de agosto de 2010

Estresse X Avexamento...


ESTRESSE X AVEXAMENTO
REZA X FALTA DE ALEGRIA

Por sinal no tempo de meu pai não tinha esse tal de estresse ou no inglês stress como queira.
Tinha outro nome ou era outra coisa!!
Quando “o cabra” tava meio avexado, ansioso, de mau humor, sem esportiva... O povo recomendava rezar...
Mas, não era pra ele rezar não!
Ficar de joelho diante do seu santo protetor.
Era pra ele procurar Dona Maria das plantas, uma velha rezadeira e se dispor a umas sete cipoadas de ervas.
Ouvir daqueles lábios trêmulos palavras seqüenciadas em murmurinho, que ninguém entende o que é , palavras que cominam com o amém. Amém!!!
Entre folhas chegando em pé e saindo murchas.
Testa da véia suando, que só cuscuz de feira... E pronto!
O quebranto foi pro espaço!!!
Mais umas rezas pra evitar os "zói grosso".
Quatro “Vé Maria” e sete "Padre nosso”, “prus arrependimento.”..
E você sai dali novinho!
Leve, feito algodão de rabada de arraia.
E tinindo, como panela areada ao sol.
Cheio de alegria, passa na bodega de qualquer Zé e toma uns tragos.
Ouve uns causos e conta outros...
Joga um carteado ganha uns trocados e deixa outros.
Conta umas piadas, dar umas risadas e segue feliz.

O povo olha e logo comenta:
- O cabra passou inda agora, tristonho, zambeta, cabisbaixo...
- E já ta surrindo!!!
- É rapa...
- Se bem não fizé "má num faiz".

Estresse??? Que se dane!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário